Curso de Avaliação de Desenho propicia troca de experiências entre gestores públicos da região Nordeste do Brasil

Curso de Avaliação de Desenho propicia troca de experiências entre gestores públicos da região Nordeste do Brasil

Victor Corrêa, jornalista e assistente de pesquisa do FGV EESP Clear

O Programa Clear Nordeste segue avançando no objetivo de ampliar conhecimentos e capacidades de monitoramento e avaliação de políticas públicas na região Nordeste do Brasil. Gestores públicos da região e técnicos de agências de cooperação e desenvolvimento participaram nas últimas duas semanas do Curso de Avaliação de Desenho. O curso foi ministrado pela equipe do Centro de Aprendizagem em Avaliação e Resultados para a África Lusófona e o Brasil (FGV EESP Clear).

Participantes do Curso de Avaliação de Desenho e equipe do FGV EESP Clear reunidos no 1º dia de atividades.

Foram quatro encontros, entre os dias 9 e 18 de novembro, totalizando oito horas de formação. O curso teve participação de técnicos dos governos estaduais de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte, além da Prefeitura de Recife (PE) e profissionais da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e do Consórcio Nordeste.

As aulas abordaram desde temas introdutórios, como a definição de M&A e de políticas públicas baseadas em evidências, até ferramentas para a realização de uma avaliação de desenho, por que esta modalidade de avaliação é importante e como ela contribui com a gestão pública guiada por resultados. Os temas foram trabalhados de acordo com as experiências dos participantes e os desafios enfrentados localmente.

“O curso traz objetividade no desenho da política. Os conhecimentos, a metodologia e as ferramentas utilizadas vão nos auxiliar com eficácia na proposta de um desenho assertivo, com foco no problema e objetivos”, considerou Christiany Patriota, gestora do Núcleo de Gestão por Resultados na Educação da Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado de Pernambuco (Seplag/PE). Ela completou que o curso “cumpre o papel de orientar nas transformações sociais que buscamos gerar, causando impactos positivos visando atingir a finalidade da política pública”.

Um componente importante do curso foi o diálogo entre os gestores públicos, que compartilharam experiências e ideias ao longo dos encontros. Este aspecto foi ressaltado por Fernanda Caires, pesquisadora do FGV EESP Clear e facilitadora do curso: “É muito bom saber as ações que os estados [da região Nordeste] têm realizado. Essas oportunidades que o Programa Clear Nordeste tem proporcionado trazem isso, de nos mostrar o que os estados têm feito. É de uma riqueza muito grande essa troca”.

“Eu acho que todo mundo que se envolve nesse trabalho tem essa missão e essa vontade de fazer o melhor para o nosso estado e o nosso país. Saber que tanta gente pensa assim é bem gratificante”, pontuou Rebeca Lima, diretora de Estudos Econômicos e Sociais da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Secretaria de Estado do Planejamento do Piauí (Seplag/PI), no encerramento do curso.

Roberto de Oliveira, colega de Christiany Patriota no Núcleo de Gestão por Resultados na Educação da Seplag/PE, ressaltou que “o curso de Avaliação de Desenho vai contribuir, e muito, não apenas com o Pacto pela Educação (PPE) como também com iniciativas que o suportam. O curso ainda proporcionou um rico intercâmbio com outros gestores públicos do Nordeste e isso pode originar várias parcerias futuras”.

Trecho do Curso de Avaliação de Desenho, realizado em novembro de 2021.

O Programa Clear Nordeste

Lançado em julho de 2021, o Programa Clear Nordeste visa contribuir para o avanço da cultura de monitoramento e avaliação (M&A) de políticas e programas públicos no Nordeste brasileiro. Até o momento, além do evento de lançamento aberto ao público, foram realizados encontros de planejamento com representantes de governos e com universidades e instituições de pesquisa da região, e oficina sobre sistemas de M&A.

Comentários