FGV EESP Clear inicia ciclo de formações em M&A junto ao governo de Cabo Verde

FGV EESP Clear inicia ciclo de formações em M&A junto ao governo de Cabo Verde

O Centro de Aprendizagem em Avaliação e Resultados para o Brasil e a África Lusófona (FGV EESP Clear) dá início, no segundo semestre deste ano, a um ciclo de formações em Monitoramento e Avaliação (M&A) voltadas a servidores do governo de Cabo Verde. Os cursos foram preparados em diálogo com equipes do governo do país e fazem parte da ampliação das ações junto a parceiros da África Lusófona. Eles abordam diferentes facetas do trabalho de M&A e visam contribuir com o desenvolvimento de recursos para monitorar e avaliar políticas públicas e estratégias de desenvolvimento no país.

Ministerio das Finanças Cabo Verde

Foto: Fachada do Ministério das Finanças de Cabo Verde.

A construção dos conteúdos e das aulas foi feita a partir de diálogos com membros do governo de Cabo Verde e de um trabalho de diagnóstico das capacidades e necessidades de avaliação no país. Com as reuniões, a equipe de pesquisadoras e pesquisadores notou que Cabo Verde já está em um estágio avançado no monitoramento de suas políticas.

A partir do diagnóstico, foram apresentados ao governo cabo-verdiano alguns pontos que poderiam ser aprimorados. “Levamos essas sugestões ao conhecimento da equipe do Governo de Cabo Verde envolvida na Assessoria Técnica com o Clear, que demonstrou grande vontade incorporá-las em um processo gradual e participativo”, explicou Camila Costa Magalhães, pesquisadora do FGV EESP Clear.

A primeira das formações específicas é o Curso de Modelo Lógico para Cabo Verde, com início em 21 de setembro. Com caráter introdutório, o curso apresentará conceitos básicos do M&A e seu papel no ciclo das políticas públicas, além da Teoria do Programa, Modelo Lógico e Teoria da Mudança. Os participantes terão contato com a construção de planos de monitoramento e seleção de indicadores, além da formação de um Plano de Avaliação. O curso tem foco prático e o trabalho final é baseado em programas e projetos do Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável 2020/2021 de Cabo Verde.

A pesquisadora do FGV EESP Clear e facilitadora no curso Marina Lafer destaca que a “Direção Nacional do Planeamento do Governo de Cabo Verde possui Quadros Lógicos desenvolvidos para seus programas prioritários, como instrumento de acompanhamento da execução e dos resultados destes. Nesta ferramenta, definem os objetivos, indicadores e metas anuais, bem como analisam fatores de risco e pressupostos para o desempenho de cada programa”. Ela completa que o curso de Modelo Lógico foi pensado para complementar estas capacidades já existentes.

Em outubro, acontece o Curso de Avaliação Executiva para o Governo de Cabo Verde. O curso propiciará a servidores do país uma formação em conceitos, tipos e aplicações da Avaliação Executiva. Os participantes aprenderão diferentes formas de conduzir uma avaliação do tipo, como ela pode ser aplicada e sua importância para o sucesso e o aprendizado sobre políticas.

Em setembro do ano passado, a Iniciativa Clear e a Associação Africana de Avaliação (AfrEA, na sigla em inglês) organizaram em Acra, capital de Gana, uma oficina de planejamento para desenvolver de forma harmonizada uma abordagem do M&A em todo o continente africano. A iniciativa Clear é composta por seis centros regionais, e três deles, incluindo o FGV EESP Clear, têm foco no cenário de M&A no continente africano, em países de língua portuguesa, inglesa e francesa.

Comentários