O FORTALECIMENTO DO M&A NA ÁFRICA LUSÓFONA

O FORTALECIMENTO DO M&A NA ÁFRICA LUSÓFONA

Iniciativa CLEAR

A Iniciativa CLEAR realizará no dia 17 de setembro a “Reunião preliminar para Desenvolvimento da Capacidade de Monitoramento & Avaliação da África Lusófona” O evento, acontecerá em Acra (Gana) e representará um marco importante na estratégia de expansão da atuação do FGV EESP Clear para a África Lusófona,  contará com a participação de André Portela, diretor do FGV EESP Clear e da coordenadora de projetos especiais e expansão para África Lusófona, Daniela Stucchi 

Atualmente o continente africano conta com uma série de agentes que impulsionam as ações de monitoramento e avaliação, mas para que essas ações se tornem mais eficazes é necessário que haja um alinhamento entre elas. O FGV EESP Clear e os Centros CLEAR para África  Anglófona e  Francófona (com sedes em Johannesburgo e Dakar, respectivamente), colaborarão em conjunto para alinhar e fortalecer as boas práticas de monitoramento e avaliação existentes no continente.  

A reunião de Acra ocorrerá em um contexto onde os países lusófonos da África (Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Moçambique e Angola) enfrentam dificuldades no acesso às plataformas de colaboração regional, em função da barreira linguística. As discussões acerca de monitoramento e avaliação de políticas públicas ainda são incipientes na maior parte do mundo em desenvolvimento. A construção de capacidade institucional que defenda e estimule a formulação de políticas públicas baseadas em evidência se beneficia de ações concertadas e do estímulo às trocas de experiências entre os países lusófonos. 

Como a primeira etapa dessa parceria, A iniciativa CLEAR junto com a AfrEA (Associação Africana de Avaliação)realizará nos dias 18 e 19 de setembro a “Oficina de planejamento para desenvolver uma abordagem harmonizada de fortalecimento da capacidade de avaliação para o CLEAR na África”. A oficina focará na elaboração de uma abordagem integrada, mas que compreenda as diferenças regionais africanas, direcionada para criação de ações para estimular a capacidade de avaliação em todo o continente, implementadas posteriormente pelos três Centros CLEAR, em parceria com a AfrEA.   

Para o encontro, serão convidados potenciais parceiros,  além de funcionários de governos e entidades públicas, com responsabilidades em matéria de avaliação, fundamentais para a implementação desta estratégia nos diferentes países

Um dos principais objetivos do encontro foi proporcionar uma oportunidade de aprendizado mútuo e discussão acerca dos desenvolvimentos locais de atividades de M&A (Monitoramento e Avaliaçãoem diferentes contextos nacionais e subnacionais. 

Abaixo a programação completa: 

thumbnail of Programação

 

 

Comentários