Últimas publicações

caderno-de-estudos-34-a-pobreza-multidimensional-no-brasil-sob-a-otica-da-pnad-continua-2017-1-pdf

A pobreza multidimensional no Brasil sob a ótica da PNAD Contínua 2017

Este trabalho tem como objetivo avaliar a incidência de pobreza no Brasil baseada em critérios observados nos domicílios, sintetizados em um indicador multidimensional de pobreza. A partir de metodologias análogas às utilizadas pela literatura se constrói um índice sintético de múltiplas insuficiências nos domicílios, que no agregado variam de zero a 100. Assim, são considerados pobres aqueles com indicador superior a 40, enquanto são classificados como extremamente pobres aqueles que pontuam acima de 60. Estima-se, portanto, uma taxa de incidência de pobreza multidimensional no Brasil de 17,3% em 2017, enquanto aqueles sob condição de extrema pobreza são 4,1% da população. Desagregações mostram que a população masculina, não-branca, residente em áreas rurais e periféricas é a que sofre maior incidência de pobreza multidimensional, assim como as regiões Norte e Nordeste são as mais afetadas.
pg_cs_urna_elet-pt-clear-pdf

Políticas Públicas em Evidência: Urna Eletrônica (Brasil)

A série "Políticas Públicas em Evidência" busca apresentar de forma descomplicada avaliações de Políticas Públicas e Programas Sociais ao redor do mundo. O estudo em questão apresenta os impactos da introdução das urnas eletrônicas para a contagem de votos eleitorais no Brasil.