Webinar destaca experiências e aprendizados na implementação de avaliação executiva

Webinar destaca experiências e aprendizados na implementação de avaliação executiva

A Convocatória de Avaliação Executiva foi lançada nesta quinta-feira (30/9) durante o webinar “Avaliação Executiva: evidências rápidas para a tomada de decisão”. O evento reuniu especialistas para apresentar experiências de diferentes governos na execução da avaliação executiva, modalidade também conhecida como avaliação rápida. A atividade foi promovida pelo FGV EESP Clear e pela Global Evaluation Initiative (GEI), com apoio do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

A abertura do webinar foi de André Portela, diretor do FGV EESP Clear, e Dugan Fraser, gerente de programas da GEI. Gabriela Lacerda, gerente de relações institucionais do FGV EESP Clear, apresentou a Convocatória de Avaliação Executiva, com inscrições abertas até 12/11/2021.

“Este webinar é uma oportunidade para discutirmos diferentes experiências sobre o uso da avaliação executiva na gestão pública”, destacou Portela. Fraser chamou atenção para o papel central do monitoramento e da avaliação (M&A) de políticas públicas para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e a importância do trabalho cooperativo e em diversas frentes para garantir a efetiva ampliação das capacidades de M&A.

André Portela durante a abertura do webinar de Avaliação Executiva.

O painel de discussão, logo após as falas iniciais, foi moderado por João Tavares, diretor do Serviço de Planeamento Estratégico, Monitorização e Avaliação do Ministério das Finanças de Cabo Verde. Os painelistas foram Gabriela Pérez Yarahuán, diretora do Clear América Latina e Caribe (Clear LAC), João Mário França, diretor do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), Pablo Lira, diretor do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) e Ian Goldman, assessor em Sistemas de Avaliação e Evidência do Clear África Anglófona (Clear AA).

Em sua apresentação, Gabriela Pérez Yarahuán chamou atenção para o papel da avaliação no ciclo da política pública. Ela destacou os principais elementos da avaliação executiva e como ela contribui para a gestão pública, aproveitando para também apresentar experiências do governo mexicano no uso da avaliação executiva.

A apresentação de Gabriela Pérez Yarahuán trouxe o exemplo do uso da avaliação executiva pelo governo do México.

França trouxe a experiência do Centro de Análise de Dados e Avaliação de Políticas Públicas (Capp), órgão vinculado ao Ipece que atua no monitoramento e avaliação de políticas públicas no estado do Ceará. O centro já implementou avaliações executivas de diversas políticas públicas cearenses. Ele também falou sobre algumas das principais vantagens da avaliação executiva e por que governos podem adotar essa modalidade de avaliação.

A apresentação de Pablo Lira focou no trabalho do IJSN para o avanço da avaliação das políticas públicas e da cultura de M&A no Espírito Santo. Ele relacionou a experiência de avaliações executivas nas áreas de segurança pública e social à redução do número de homicídios no estado. “A Convocatória é excelente para difundir e fortalecer a cultura de M&A no Brasil e no mundo”, frisou Lira.

Ian Goldman, do CLEAR AA, compartilhou algumas dicas para garantir a robustez e a velocidade das avaliações executivas. Ele apresentou exemplos de avaliações realizadas em Serra Leoa e Gana. Algumas dicas compartilhadas por Goldman incluem reduzir o número de questões avaliativas, limitar o escopo da avaliação, trabalhar em times e focar em relatórios resumidos, por exemplo.

“A pandemia nos mostrou que as decisões devem ser precedidas da melhor informação técnica disponível”, pontuou ao final das apresentações o moderador João Tavares.

João Tavares, moderador do webinar de Avaliação Executiva.

A Convocatória de Avaliação Executiva, lançada no webinar, busca apoiar gestores públicos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe a realizarem avaliações do tipo. Ela inclui cursos e oficinas para gestores selecionados, além de assessoria voltada a acompanhar, facilitar e prover apoio metodológico às atividades de execução da avaliação. Saiba mais e inscreva-se na 1ª etapa da convocatória.

Assista abaixo aos trechos na íntegra do webinar:

Comentários (1)

  • Paulina Esmeralda:

    Estâo todos de parabéns: equipe organizadora e painelistas.
    Achei muito interessantes as apresentações. Gostaria de ter ouvido mais, pois, percebi que os painelistas tinham muito para dizer sobre suas experiencias, sobretudo o Dr Ian que nos trouxe experiencias de Africa. Entretanto acredito que os anexos enviados me vao ajudar a colher mais e mais experiencias para moçambique cujo assunto esta ainda na sua fase embrionária.

     •  Responder